Castração Social

projetocastracaosocial@gmail.com

Dra. Marina Dante

CRMV SC 3583 / CRMV SP 8190

(48) 3241-1567 / 99650-4039

Hierarquia dos Artigos
Início dos Artigos » Blog » Profissional explica a importância de castrar animais de estimação
Profissional explica a importância de castrar animais de estimação

http://www.caesegatos.com.br/assets/uploads/noticias/2016/02/castrado.jpg

 

Procedimento previne doenças e evita alguns comportamentos inadequados

Para especialista, castração é a única saída para reduzir o número de animais de rua

A população de cães e gatos cresce descontroladamente a cada dia, contudo, poucos que nascem conseguem ter um dono e uma vida descente. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS, Suíça), estima-se que, só no Brasil, existam mais de 30 milhões de animais abandonados, sendo 10 milhões de gatos e 20 milhões de cães. Em cidades de grande porte, para cada cinco habitantes há um cachorro. Destes, 10% estão abandonados. Trata-se de uma situação preocupante, na qual a castração pode ajudar muito.

Segundo a médica-veterinária e proprietária da Clínica Veterinária Cuidar (São Paulo/SP), Gabriela Muniz, cada casal de cachorro que deixa de ser castrado tem a capacidade gerar 80 mil animais descendentes em apenas dez anos. No caso dos gatos esse número é de 70 mil filhotes. “Assim, mesmo com ONG’s e protetores se esforçando e correndo contra o tempo para arrumar um lar para esses animais, ainda não é possível alocar todos eles, imagina daqui alguns anos com esses novos milhares. Dessa forma, se nada for feito a respeito, o ciclo irá continuar se repetindo, com mais animais de rua, mais gestações indesejadas, mais ninhadas abandonadas e assim por diante”, pontua.

Além disso, castrar o animal de estimação, ainda de acordo com a profissional, previne doenças e evita alguns comportamentos inadequados. Entre as principais vantagens, a castração diminui o risco de doenças nas vias uterinas e órgãos genitais; elimina a gravidez psicológica, comum em algumas fêmeas após o término do cio; diminui em 94%, o risco das fugas e brigas, que podem acarretar acidentes graves e até fatais; acaba com os latidos, uivos e miados excessivos que ocorrem por ocasião do cio e também elimina os estados de excitação por falta de cruzamento, e contribui para a diminuição no roubo de animais de raça para procriação e venda clandestina.

“Em resumo, a castração é a única saída para reduzir o número de animais de rua, assim como as doenças transmitidas por cães e gatos”, declara a especialista que indica o período para realizar o procedimento de 30 dias após as vacinas aplicadas ao filhote. “Além disso, após os seis anos de idade, as possibilidades das doenças elencadas se manifestarem aumenta muito e, como já diz o ditado, é sempre melhor prevenir do que remediar”, alerta.

Fonte: AI, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

http://www.caesegatos.com.br/profissional-explica-a-importancia-de-castrar-animais-de-estimac

Projeto Castração © 2015 - 2018. Todos os direitos reservados. CNPJ: 06.972.402/0001-34.

Projeto Castração SC: Av. Gov. Jorge Lacerda, 943, Campinas, São José-SC, (48) 3241-1567 / 99650-4039
Rua Laguna, 917, Bairro Oficinas, Tubarão-SC, (48) 99650-4039.

site desenvolvido por: www.wsdbrasil.com.br

Powered by PHP-Fusion copyright © 2002 - 2017 by Nick Jones. Released as free software without warranties under GNU Affero GPL v3.