Castração Social

projetocastracaosocial@gmail.com

Dra. Marina Dante

CRMV SC 3583 / CRMV SP 8190

(48) 3241-1567 / 99650-4039

Hierarquia dos Artigos
Início dos Artigos » Blog » Multidões e rojões podem comprometer bem-estar animal na Copa do Mundo
Multidões e rojões podem comprometer bem-estar animal na Copa do Mundo

https://thumbs.dreamstime.com/b/brazil-fifa-world-cup-dog-german-waving-flag-behind-banner-39020138.jpg

 

As festividades durante a Copa podem ser um momento de alegria para muitos, mas é preciso atenção. Assim como para os humanos, os pets também podem sofrer com os excessos. A comemoração não devecomprometer o bem-estar do animal.

 

Pensando nisso, o Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de São Paulo (CRMV-SP, São Paulo/SP) destacou alguns pontos importante para serem observados neste período. Alguns animais não estão habituados a aglomerações e podem estranhar se os tutores receberem muitas visitas ou, até mesmo, os levarem a espaços com muitas pessoas. A movimentação e o barulho poderão afetar o pet.

 

Outra atenção importante para esta questão é para os animais de pequeno porte e filhotes, já que correm o risco, até mesmo, de serem pisoteados, como destaca o médico-veterinário e presidente da Comissão Técnica de Clínicos de Pequenos Animais, do CRMV-SP, Rodrigo Soares Mainardi: “Quando há aglomeração de pessoas, corre-se esse risco, o que pode ocasionar fraturas de patas, de costelas ou de coluna, por exemplo".

 

O mesmo cuidado vale para o excesso de barulho. A televisão muito alta e os fogos de artifício podem ser fortes aliados para acabarem com a “paz” dos pets durante as festividade. Mainardi ressalta que é importante evitar a exposição, principalmente, aos pets mais sensíveis. "Alguns animais chegam a passar mal com o barulho, podendo apresentar febre, apatia e até vômito ou diarreia, desencadeados por fatores emocionais", explica. 

 

O acesso aos petiscos também deve ser evitado, já que é comum que, por descuido, o tutor acabe deixando algum alimento próximo do animal, mas o consumo pode ser perigoso para a saúde do pet. "Se o tutor observar algum tipo de distúrbio, o animal deverá ser acompanhado por um médico-veterinário e mantido em observação", salienta o médico-veterinário presidente da Comissão Técnica de Nutrição Animal, do CRMV-SP, Yves Miceli de Carvalho.

 

Este pode ser um bom período para hospedar o pet em um hotel para que ele não sofra com os excessos das festividades, mas, caso isso não seja possível, a recomendação é evitar que ele seja expostos as situações que possam prejudicar seu bem-estar.

 

E não para por aí: a atenção com o excesso vale, até mesmo, para a fofura. As roupinhas e adornos precisam respeitar o biótipo do animal para que não atrapalhe na mobilidade e no conforto. "Os tutores devem ter um cuidado especial com tintas, purpurinas e maquiagens que não são de uso veterinário, pois podem causar graves dermatites e reações alérgicas sérias" completa Mainardi.

 

http://www.caesegatos.com.br/multid-es-e-roj-es-podem-comprometer-bem-estar-animal-na-copa-do-mundo

Projeto Castração © 2015 - 2018. Todos os direitos reservados. CNPJ: 06.972.402/0001-34.

Projeto Castração SC: Av. Gov. Jorge Lacerda, 943, Campinas, São José-SC, (48) 3241-1567 / 99650-4039
Rua Laguna, 917, Bairro Oficinas, Tubarão-SC, (48) 99650-4039.

site desenvolvido por: www.wsdbrasil.com.br

Powered by PHP-Fusion copyright © 2002 - 2017 by Nick Jones. Released as free software without warranties under GNU Affero GPL v3.