Castração Social

projetocastracaosocial@gmail.com

Dra. Marina Dante

CRMV SC 3583 / CRMV SP 8190

(48) 3241-1567 / 99650-4039

Hierarquia dos Artigos
Início dos Artigos » Blog » Especialista explica por que gatos domésticos manifestam agressividade
Especialista explica por que gatos domésticos manifestam agressividade

 

É preciso estar atento para descobrir o que leva o pet a esse comportamento

O que leva o gato a apresentar comportamento agressivo? Muitos tutores recorrem aos médicos-veterinários preocupados com determinados comportamentos de seus animais. Segundo o doutor em Ciências Veterinárias e proprietário da clínica The Cat From Ipanema (Rio de Janeiro/RJ), Carlos Gabriel Dias, os gatos não são agressivos, eles se comportam assim por conta de alguma situação que clínico e tutor precisam entender. 

O profissional explica que pessoas são agressivas já os gatos estão agressivos porque estão precisando de um apoio, de organização social territorial e, também, por necessidade de que os tutores entendam o que está acontecendo em relação às exigências emocionais, se elas estão sendo atendidas de maneira afetiva. “Nenhum gato pode ser considerado violento. Ele está se manifestando de uma forma expressiva, complicada, mas é uma forma de comunicação”, relata. 

Muitas vezes, ainda, o gato quer brincar de ser agressivo, porque faz parte de seu perfil comportamental. Quando brincam de brigar estão treinando habilidades importantes que utilizarão no futuro. Quanto mais eles brincam, mais habilidosos e seguros são, têm mais habilidades e experiência para poder controlar o ambiente em que estão. “Brincar de brigar, ameaçar e dar emboscada nas pessoas é normal, só é preciso entender o contexto da situação. Tutores que andam atrás dos gatos coibindo esse tipo de coisa, de fato, aumentam a chance de deixá-los extremamente frustrados. O que pode levar a um problema maior e uma frustração, que pode causar hematúria, diarreia, pancreatite, tudo o que se imagina”, afirma. 

Também é preciso identificar se alguma situação física está predispondo o animal à mudança emocional. “A dor aguda está começando a ser reconhecida no cotidiano, até porque muitos veterinários trabalham com especialidades que têm muita destruição tecidual. É bem-vindo falar sobre dor aguda, mas a dor crônica em gatos é muito mal diagnosticada, é ignorada, exatamente porque ele não expressa, para não parecer vulnerável diante de uma situação”, comenta Dias. 

Leia a reportagem completa na editoria “Felinos”, da edição de janeiro da C&G VF. 

Fonte: Redação Cães&Gatos VET FOOD. 

 

http://www.caesegatos.com.br/noticia/especialista-explica-por-que-gatos-dom-sticos-manifestam-agressividade

Projeto Castração © 2015 - 2019. Todos os direitos reservados. CNPJ: 06.972.402/0001-34.

Projeto Castração SC: Av. Gov. Jorge Lacerda, 943, Campinas, São José-SC, (48) 3241-1567 / 99650-4039
Rua Laguna, 917, Bairro Oficinas, Tubarão-SC, (48) 99650-4039.

site desenvolvido por: www.wsdbrasil.com.br

Powered by PHP-Fusion copyright © 2002 - 2019 by Nick Jones. Released as free software without warranties under GNU Affero GPL v3.