Castração Social

projetocastracaosocial@gmail.com

Dra. Marina Dante

CRMV SC 3583 / CRMV SP 8190

(48) 3241-1567 / 99650-4039

Hierarquia dos Artigos
Início dos Artigos » Blog » Animais idosos devem receber cuidados especiais e visitas frequentes ao médico-veterinário
Animais idosos devem receber cuidados especiais e visitas frequentes ao médico-veterinário

http://pedefigo.com/wp-content/uploads/2015/09/TMQMQWp.jpg

 

Os animais de estimação são parecidos com os humanos em diversos aspectos e, alguns deles, ficam ainda mais evidentes em cães e gatos idosos. Assim como seus donos, os pets que chegam a terceira idade necessitam de cuidados especiais, além de atenção e carinho redobrados. A preocupação com a saúde do pet deve começar com alimentação apropriada para cada etapa da vida, visitas periódicas ao médico-veterinário e atividade física frequente.

 

Porém, com o passar dos anos, o organismo do animal trabalha em um ritmo mais desacelerado e a disposição e energia para brincadeiras vão diminuindo, seus sentidos, como audição e olfato, ficam prejudicados, as necessidades calóricas são menores e começam a desenvolver doenças próprias de pets idosos. “É bastante comum cães e gatos mais velhos sofrerem com alterações cardíacas, problemas ortopédicos e dentais, insuficiência renal e disfunção cognitiva”, alerta a farmacêutica da Fórmula Animal (São Paulo/SP), Renata Piazera. Segundo ela, para que o animal de estimação tenha mais qualidade de vida é fundamental que, em média, a partir dos sete anos, passe por consultas a cada seis meses. Dessa forma, a prevenção de enfermidades é mais eficaz, prolongando o tempo do pet com seu dono.

 

Uma das maiores preocupações, quando se tem um animal de estimação mais velho, são as doenças cardíacas. ”Os problemas que mais afligem os pets idosos são endocardites, miocardites, deficiências valvulares e bloqueio do impulso elétrico, comum em cães Boxer. Mas os proprietários podem ficar mais aliviados, pois a medicina animal está bem avançada e há tratamentos para a maioria delas”, revela Renata.

 

Com o passar dos anos, os animais também podem desenvolver artrite e artrose, doenças que afligem tanto cães quanto gatos e exigem mais paciência e cuidado dos donos. “Em muitos casos, os animais ficam com dificuldade para levantar e se locomover. Por isso, é importante que, durante toda a vida, o pet seja estimulado a praticar exercícios, assim conseguirá enfrentar o problema com maior facilidade”, alerta. Outro ponto destacado pela profissional é nunca medicar o pet com remédio para humanos. “Os ativos utilizados na medicina convencional podem ser totalmente prejudiciais à saúde animal, então é preciso consultar um médico-veterinário antes de administrar qualquer medicamento ao cão ou gato”, alerta a farmacêutica.

 

http://www.caesegatos.com.br/animais-idosos-devem-receber-cuidados-especiais-e-visitas-frequentes-ao-medico-veterinario/

Projeto Castração © 2015 - 2018. Todos os direitos reservados. CNPJ: 06.972.402/0001-34.

Projeto Castração SC: Av. Gov. Jorge Lacerda, 943, Campinas, São José-SC, (48) 3241-1567 / 99650-4039
Rua Laguna, 917, Bairro Oficinas, Tubarão-SC, (48) 99650-4039.

site desenvolvido por: www.wsdbrasil.com.br

Powered by PHP-Fusion copyright © 2002 - 2017 by Nick Jones. Released as free software without warranties under GNU Affero GPL v3.