Castração Social

projetocastracaosocial@gmail.com

Apadrinhe uma castração para a Comunidade Frei Damião!

Conta para Depósito:

Banco do Brasil
Ag: 2638-7
Cc: 54912-6
CPF: 252.188.578-90
Marina Moneta Dante

Dra. Marina Dante

CRMV SC 3583 / CRMV SP 8190

(48) 3241-1567 / 99650-4039

Hierarquia dos Artigos
Início dos Artigos » Blog » Incômodo nos bigodes faz com que os gatos deixem ração no pote
Incômodo nos bigodes faz com que os gatos deixem ração no pote

 

Sensibilidade é a responsável por deixem o alimento na beira da vasilha

Um dos comportamentos dos gatos que, provavelmente, já chamou atenção de muitos tutores é o hábito de deixar ração na beira do pote. Embora os felinos sejam conhecidos por ter uma personalidade própria, este comportamento ultrapassa uma simples escolha e tem relação com a sensibilidade dos bigodes, cuja função vai muito além da aparência.

Segundo o médico-veterinário das rações super premium Equilíbrio, Marcello Machado, eles são pelos sensoriais de orientação e possuem alta sensibilidade, podendo captar movimentos pela vibração do ar, ato conhecido como “vibrissae”. Ao todo, são 12 pelos principais de cada lado do focinho, com raízes profundas e uma série de terminações nervosas. 

Segundo Machado, a capacidade de captar movimentos por ondas sonoras é o que permite que os felinos se movimentem com precisão e é devido à sensibilidade dessa área que os gatos deixam toda a ração que fica na beira do pote. “Afinal, eles evitam qualquer situação que possa mexer com os bigodes. Não é nada agradável ficar amassando-os nas laterais do pote para pegar os grãos de ração que ficam ali”, adiciona. 

Entender essa curiosidade sobre gatos é importante não apenas para conhecer melhor a espécie, mas, também, saber até que ponto esse comportamento é normal e quando se torna prejudicial ao animal. Essa questão se torna um problema quando o gato começa a ter dificuldades para se alimentar ou, até mesmo, passa a não comer. “Muitas vezes, o animal fica irritado e o momento da refeição vira sinônimo de estresse. Para tentar resolver o problema, o tutor pode trocar o pote de ração, buscando um que facilite o acesso ao alimento”, orienta o veterinário. 

Se mesmo depois de trocar o pote e oferecer uma ração atrativa ao pet, ele continuar apresentando dificuldades para comer, um veterinário deve ser procurado para ter orientações mais detalhadas. 

Fonte: AI, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

 

http://www.caesegatos.com.br/noticia/inc-modo-nos-bigodes-faz-com-que-os-gatos-deixem-ra-o-no-pote

Projeto Castração © 2015 - 2020 Todos os direitos reservados. CNPJ: 06.972.402/0001-34.

Projeto Castração SC: Av. Gov. Jorge Lacerda, 943, Campinas, São José-SC, (48) 3241-1567 / 99650-4039

Filial Palhoça: Rua Cecília do Rêgo Almeida, 93B (Portaria 2), CEIP, Jardim Eldorado, (48) 99118-5800

site desenvolvido por: www.wsdbrasil.com.br

Powered by PHP-Fusion copyright © 2002 - 2020 by Nick Jones. Released as free software without warranties under GNU Affero GPL v3.