Castração Social

projetocastracaosocial@gmail.com

Dra. Marina Dante

CRMV SC 3583 / CRMV SP 8190

(48) 3241-1567 / 99650-4039

Hierarquia dos Artigos
Início dos Artigos » Blog » Proteínas devem ser sempre inseridas na dieta dos animais de estimação
Proteínas devem ser sempre inseridas na dieta dos animais de estimação

 

Por isso, a melhor opção é oferecer ao pet uma ração de qualidade

Proteínas são importantes na dieta dos animais. Por isso, a falta desse nutriente pode causar sérios problemas para o cão. “As proteínas estão em todos os seres vivos e participam, praticamente, de todos os processos celulares. Elas estão presentes nas reações químicas do organismo e são vitais para o metabolismo, tendo, também, funções estruturais e mecânicas (como nos tecidos dos músculos e no funcionamento dos ossos)”, explica o médico-veterinário e gerente Técnico Nacional das rações Max, Marcello Machado. 

Naturalmente encontradas em produtos de origem animal, como a carne, ovos, leite e vegetais (por exemplo, couve-flor, brócolis, espinafre e agrião), a deficiência proteica na dieta pode ocasionar sintomas, como um animal apático, com aparência de fraqueza e cansaço, baixa imunidade, queda de pelos e perda muscular (caquexia). Em casos extremos, a queda de proteína sanguínea leva ao acúmulo de líquidos na região abdominal (ascite), o que pode comprometer a respiração. 

No entanto, é fácil evitar esse tipo de problema e, felizmente, a maneira mais efetiva de evitar déficit de proteínas no pet é, também, a mais fácil. Ainda que seja possível manter a boa saúde do animal por meio de alimentação natural, esse tipo de dieta deve ser prescrita por um veterinário especializado em nutrição, levando em consideração aspectos específicos de cada pet. 

Por isso, a melhor opção é oferecer ao animal uma ração de boa qualidade, de acordo com peso e idade do cão. “Os alimentos industrializados são formulados para atender totalmente as necessidades nutricionais, tanto nos macros quanto microelementos. Portanto, não apenas na questão proteica o cão será atendido, mas, também, obterá a quantidade adequada de gorduras, carboidratos, fibras, vitaminas e minerais. O tutor, ao adquirir o alimento industrializado apropriado, terá a segurança que seu pet não sofrerá carências nutricionais, tendo uma vida mais longa e saudável”, garante. 

Para cães que apresentam baixa proteína sanguínea (hipoproteinemia), o tratamento depende da causa e origem, explica Machado. “As principais causas são: ingestão ou absorção deficitária (como má nutrição, anorexia), perda de proteína (como hemorragias, nefropatias, parasitas hematófagos, diarreia), diluição (na hiperidratação) ou mesmo alteração no metabolismo proteico (quadros de caquexia neoplásica)”, menciona. 

Portanto, é preciso cuidar bem da alimentação do pet: oferecer produtos apropriados e de qualidade, jamais fornecer doces como snack ou recompensas e levá-lo ao veterinário caso haja indícios de problemas de saúde ou de mudança de comportamento. 

Fonte: AI, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

 

http://www.caesegatos.com.br/noticia/prote-nas-devem-ser-sempre-inseridas-na-dieta-dos-animais-de-estima

Projeto Castração © 2015 - 2019. Todos os direitos reservados. CNPJ: 06.972.402/0001-34.

Projeto Castração SC: Av. Gov. Jorge Lacerda, 943, Campinas, São José-SC, (48) 3241-1567 / 99650-4039
Rua Laguna, 917, Bairro Oficinas, Tubarão-SC, (48) 99650-4039.

site desenvolvido por: www.wsdbrasil.com.br

Powered by PHP-Fusion copyright © 2002 - 2019 by Nick Jones. Released as free software without warranties under GNU Affero GPL v3.